Alerta

RS tem 11 casos notificados de chikungunya em uma semana 

Casos suspeitos foram registrados em oito municípios gaúchos

13/01/2017 - 11h46min | Atualizada em 13/01/2017 - 11h58min
RS tem 11 casos notificados de chikungunya em uma semana  Divulgação/Fiocruz
Doença é transmitida pelo Aedes aegypti  Foto: Divulgação / Fiocruz  

O Rio Grande do Sul teve 11 casos notificados de febre chikungunya já na primeira semana do ano — entre 1º e 7 de janeiro —, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde apresentados na manhã desta sexta-feira. Cada caso está sendo analisado para se confirmar ou descartar a doença. As informações são da Rádio Gaúcha.

As notificações foram registradas em Porto Alegre, Nova Santa Rita, Cachoeirinha, Nova Petrópolis, Ijuí, Panambi, Osório e Palmares do Sul. Em 2016, foram confirmados 70 casos, sendo 64 importados e quatro autóctones.

Leia mais
Casos de chikungunya devem voltar a subir em 2017 
Chikungunya pode matar até mais do que a dengue em 2017, diz pesquisador
Porto Alegre atinge índice de alerta para infestação de Aedes aegypti

Marcelo Valladro, veterinário e coordenador das ações de combate ao mosquito da Secretaria da Saúde, alerta que começou o período crítico da proliferação do inseto vetor, o Aedes aegypti, que também transmite dengue e zika. Ele reforça que a população deve se engajar no combate ao transmissor.

Os sintomas de chikungunya são febre acima de 39 graus, de início repentino, e dores intensas nas articulações de pés e mãos – dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer, também, dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.

O Estado ainda não teve notificações de zika vírus em 2o17. Sobre a dengue, 10 municípios do Estado tiveram casos notificados na primeira semana do ano.

*Rádio Gaúcha

Leia mais notícias sobre saúde

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.