Quanto é?

Após acertar valor, Grêmio e PSV negociam prazo de pagamento por Beto da Silva 

Atacante de 20 anos chegará para ser opção do técnico Renato Portaluppi

13/01/2017 - 21h07min | Atualizada em 13/01/2017 - 21h07min
Após acertar valor, Grêmio e PSV negociam prazo de pagamento por Beto da Silva  Divulgação/PSV
Foto: Divulgação / PSV  

Grêmio e PSV já acertaram o preço por Beto da Silva. Para comprar 70% do peruano, o clube gaúcho pagará R$ 1,3 milhão (cerca de 400 mil euros). O que emperra a confirmação da contratação é o modelo de pagamento, algo que será discutido novamente até o início da próxima semana. O Grêmio se compromete em quitar o valor em 24 parcelas. mas os holandeses querem receber em apenas seis prestações. A negociação, que já se arrasta desde o final de dezembro de 2016, não será a última para o setor ofensivo. O clube se prepara para ir novamente ao mercado atrás de um centroavante de maior rodagem, um jogador pronto para chegar a Porto Alegre e servir como referência para a disputa da Libertadores.

Analisando nomes para reforçar o clube desde o final de 2016, o Grêmio se interessou pela reputação que Beto da Silva, 20 anos e 1m81cm, construiu quando atuava no Sporting Cristal, do Peru. No país vizinho, Beto é apontado como uma das grandes revelações nacionais, e o herdeiro de Paolo Guerrero no comanda da seleção. O problema é que desde que chegou ao PSV, no início do ano passado, sem custos, ele atuou apenas pelo sub-23.

Leia mais
Grêmio consegue reduzir valor e pode anunciar atacante Beto da Silva na próxima semana
Clube alemão tem interesse em Pedro Rocha
Grêmio anuncia renovação com Douglas até o final de 2018

O desejo do atacante de atuar mais favorece o Grêmio. O plano inicial era trazê-lo após as chegadas de Kayke e Gabriel Fernández, tirando-lhe a responsabilidade de resposta imediata.

O projeto é apostar a longo prazo, com contrato de três anos. Elogiado por sua capacidade técnica, o atacante virá, em um primeiro momento, como opção de grupo para Renato Portaluppi. A pessoas próximas, Renato avisou que observará os treinos de Beto para definir qual espaço o atacante terá em 2017. O técnico entende que o reforço será um investimento do clube para o futuro.

Beto morou em Porto Alegre na adolescência, e passou pelas categorias de base de Grêmio e do Inter. O atacante é filho do ex-jogador Luisinho, um brasileiro com passagens pelo futebol espanhol e italiano, e sua mãe é peruana.

Confira vídeo com lances do jogador:

Acompanhe o Grêmio através do Gremista ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.