Entrevista

Inter aprova definição de mando na Copa do Brasil, e Carvalho elogia o Santos: "Postulante ao título"

Após o sorteio da CBF, o vice-presidente de futebol do clube analisou o confronto

Por: ZH Esportes
23/09/2016 - 11h43min | Atualizada em 23/09/2016 - 11h51min
Inter aprova definição de mando na Copa do Brasil, e Carvalho elogia o Santos: "Postulante ao título" Carlos Macedo/Agencia RBS
Inter venceu o Santos por 2 a 1, no Beira-Rio, pelo Brasileirão no último dia 8 de setembro Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Logo após a definição dos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil, o Inter repercutiu o resultado do sorteio feito na manhã desta sexta-feira na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Para o vice-presidente de futebol da equipe, Fernando Carvalho, a definição dos mandos de campo agradou ao clube e aos atletas, mas não ao próprio dirigente.

— Agradou ao Inter, mas não agradou a mim. Embora seja o vice-presidente de futebol, nessa questão do mando de campo, eu gosto de jogar em alguns momentos a primeira partida em casa. Nós estamos em uma longa viagem, passando por um momento crítico no Campeonato Brasileiro e se nós jogássemos o primeiro jogo em casa, com a nossa torcida no Beira-Rio, acho que seria melhor. Mas, historicamente, as pessoas entendem que para grandes clubes é melhor decidir em casa. Eu analiso mais o nosso momento delicado. O que me leva a preferir o primeiro jogo dentro de casa. Mas a posição do clube, pelo presidente, treinador e jogadores, é de que agradou — revelou o dirigente.

Leia mais:




Sobre o adversário ser o Santos, Carvalho exaltou o retrospecto positivo recente entre as duas equipes. Mas não poupou elogios a equipe comandada pelo técnico Dorival Júnior. 

— Há muitos anos a gente não vencia lá, daí ano passado vencemos e esse ano também. Há duas semanas atrás vencemos o Santos no Beira-Rio também. Mas o que importa é que o adversário é muito difícil, qualificado, um dos postulantes ao título, está bem no Brasileirão, tem uma grande equipe, um treinador que conhece o Inter e enfim, é um jogo muito duro, muito difícil — declarou.

Sobre o risco de uma possível troca de comando na equipe, Carvalho é enfático e rechaça uma possível saída de Celso Roth.

— Não podemos ficar trocando de treinador a cada insucesso, a cada semana, a cada dois jogos. A gente sabe que não é assim. Vamos ter calma, ter cuidado. Nós estamos aqui apreensivos também como a torcida, sabemos que esses momentos geram esse tipo de pressão e especulação. Mas nós vamos continuar trabalhado da maneira que estamos trabalhando — finalizou.

Confira a entrevista na íntegra com Fernando Carvalho, vice de futebol do Inter:

Acompanhe o Inter no Colorado ZH. Baixe o aplicativo:

App Store

Google Play

*ZHESPORTES


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.