Fácil, fácil

Com reservas, Inter goleia o Sampaio Corrêa e avança na Copa do Brasil

Próximo adversário na competição será definido em sorteio, que será realizado na sexta-feira

15/03/2017 - 23h34min | Atualizada em 15/03/2017 - 23h38min
Com reservas, Inter goleia o Sampaio Corrêa e avança na Copa do Brasil Carlos Macedo/Agencia RBS
Carlos fez os dois primeiros gols do jogo Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS  

Como era esperado, o Inter avançou à quarta fase da Copa do Brasil. Com a nova goleada sobre o Sampaio Corrêa, agora por 3 a 0, no Beira-Rio — somado aos 4 a 1 do jogo de ida —, em São Luís, o time de Antônio Carlos Zago passou sem sustos por mais um adversário na competição. Nesta sexta-feira a CBF sorteará os confrontos e os mandos de campo, além de anunciar as datas para a próxima etapa do torneio. Essa foi a centésima partida do novo Beira-Rio, a 68ª vitória colorada, com 174 gols no estádio reinaugurado em 2014. 

Em um jogo feio, protocolar e com muita alterações na equipe — oito, ao total, para começar a partida —, a fim de poupar os principais jogadores, o Inter muito tempo para dominar as ações contra o Sampaio Corrêa — que desembarcou em Porto Alegre com apenas seis jogadores no banco de reservas. Antes disso, chegou a ver os maranhenses concluírem duas vezes a gol e Charles receber um cartão amarelo. 

Leia mais:
FGF inverte horário de jogos da nona rodada da dupla Gre-Nal 
Leandro Behs: "D'Alessandro é a figura paterna que o Inter precisa"
Comentaristas opinam: o time do Inter está pronto para a Série B?

Se Zago pretendia analisar algum possível postulante a titular, saiu frustrado. Mesmo quem não vinha atuando, pouco demonstrou em campo. Um Inter desentrosado e atrapalhado não conseguia pressionar o visitante. Pior. Era o Sampaio quem avançava. Marcelo Lomba fez quatro defesas até os 34 minutos do primeiro tempo. Nas arquibancadas, apupos ao mal futebol diante de um time da Série C. 

Aos 41 minutos, enfim, um pouco de ação. Fabinho correu como um ponta pela direita e cruzou certeiro, na cabeça de Carlos, que saltou entre os zagueiros e marcou Inter 1 a 0.  

No segundo tempo, a entrada de D'Alessandro no lugar de Seijas já animou mais a equipe colorada. O Inter passou a criar mais e a buscar com maior ímpeto o segundo gol. Charles teve a chance de marcar, de cabeça, em cruzamento de D'Alessandro, mas a conclusão foi para fora.

Com a saída de Neris — que sentiu um desconforto muscular —, Valdemir entrou no meio-campo e Charles virou zagueiro. Com muitos erros de passes, o ataque colorado era uma pobreza só. Aos 24 minutos, porém, Iago arriscou um lançamento desde o campo de defesa. A bola encontrou Carlos, que marcou o seu segundo gol na partida, desviando do goleiro Jean. 

Aos 29 minutos, D'Alessandro repetiu algo que ele havia feito no jogo de reabertura do Beira-Rio, em 6 de abril de 2014, contra o Peñarol: um gol de falta. Mas um golaço. D'Alessandro, de longe, bateu em curva, no ângulo direito, transformando a vitória em goleada. O Inter não marcava de falta desde 28 de junho de 2015, quando Valdívia marcou contra o Santos. 

Classificado sem dramas na Copa do Brasil, o Inter agora se volta para o Gauchão. No sábado, receberá o São Paulo, e é obrigado a vencer para ingressar na zona de classificação do Estadual. 

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.