Futuro

D'Alessandro não prioriza assunto renovação, mas afirma: "Se o clube quiser, vou ficar"

Argentino tem contrato com o Inter até o final de 2017

Por: ZH Esportes
20/03/2017 - 19h32min | Atualizada em 20/03/2017 - 19h44min
D'Alessandro não prioriza assunto renovação, mas afirma: "Se o clube quiser, vou ficar" Ricardo Duarte/Sport Club Internacional
Foto: Ricardo Duarte / Sport Club Internacional  

A entrevista coletiva de D'Alessandro, nesta segunda-feira, transitou por diversos temas. E, como voz do vestiário colorado, o argentino chegou até a comentar a posição do grupo de jogadores do Inter sobre a audiência do Caso Victor Ramos.

Sua importância neste começo de temporada, porém, o levou a falar também do futuro dentro clube. Isso porque, em 2017, o meia encerra o vínculo com o Inter — a menos que ocorra uma renovação de contrato.

Leia mais:
Zagueiro Klaus é a novidade na reapresentação do Inter 




— Sinceramente, a partir da minha volta ao clube este ano, o que menos eu fiz com meu empresário foi fazer questão de renovar o contrato. Por quê? Porque no futebol tu passas por várias fases. E tem muitas vezes que a gente opina muito de grana. Dizem que o D'Ale ganha isso, aquilo, que mandaram embora dois ou três para pagar o D'Ale e tal. Então, eu fiz questão de não renovar o contrato para  esse pessoal ficar tranquilo. Se o clube quiser, eu vou ficar. Mas eu não voltei pela grana nem pelo contrato. Voltei pelo carinho pelo clube e para ajudar em um momento difícil. O que a gente menos queria era renovar o contrato agora, porque acho que até seria injusto no momento chegar e sair na imprensa que o D'Ale renovou contrato. Eu não teria gostado.

Repetindo por várias vezes o desejo de ajudar em 2017, D'Alessandro não evitou falar sobre a Série B. Falou sobre a importância de encarar a realidade do Inter, que é justamente essa.

— Hoje, no futebol, ninguém ganha com camisa, nome. No papel, tu podes ter um time muito qualificado, mas não existe mais isso. Não tem bobo no futebol. Se entrar na Série B e achar que vai ganhar ao natural, está errado — disse, pedindo uma campanha quase perfeita dentro do Beira-Rio para encaminhar a classificação à Série A.

Sobre a chance de o Inter ainda participar da elite do futebol nacional, por conta do julgamento do Caso Victor Ramos, D'Alessandro falou:

— A gente está fora disso, até porque tem o jurídico trabalhando nisso faz tempo. A gente fica fora disso, não tem que se meter, só pensar em trabalhar. E o que for jogar, tem que trabalhar e estar preparado. Hoje é a Série B nossa realidade. Temos que assumir, trabalhar e se preparar.

*ZHESPORTES


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.