Automobilismo

Stock Car no Velopark: curva a curva, conheça o circuito de Nova Santa Rita

Autódromo recebe a segunda etapa da categoria neste final de semana

19/04/2017 - 22h53min | Atualizada em 19/04/2017 - 23h06min

Uma pista curta e cheia de zebras altas que exigem técnica de pilotos e resistência dos carros. Assim é o traçado do Velopark, autódromo de Nova Santa Rita que recebe, neste final de semana, a segunda etapa da temporada da Stock Car.

— É uma pista muito particular. Bem diferente de todas as outras. A gente fala que, se o carro vai bem no Velopark, não quer dizer que está acertado para o resto do ano — afirma César Ramos, piloto da equipe Blau Motorsport.

Leia mais
Planeta Stock Car: números curiosos da categoria
Ricardo Zonta surpreende e fatura vitória na segunda bateria em Goiânia
Daniel Serra vence primeira prova da etapa de Goiânia da Stock Car

— A gente vira uma volta em 50 e poucos segundos. É legal para o público, que nos vê mais vezes. Damos mais voltas, passamos mais vezes. Eu gosto muito de andar aí. Para ser sincero, não tenho nenhum segredo. Se soubesse, não ia contar (risos) — diz Daniel Serra, da Eurofarma, líder do campeonato e maior vencedor da Stock no Velopark, com três vitórias.

Inaugurado em 2008, o circuito passou a receber a principal categoria do automobilismo em 2010. Com 2.278 metros, é a pista mais curta da temporada. As zebras altas, que devem ser usadas para atingir os melhores tempos, exigem muito dos carros — é comum ver cenas de abandono por problemas mecânicos.

ZH ouviu três pilotos da Stock (Ramos, Serra e Max Wilson, também da Eurofarma) para descrever os desafios das curvas e retas de uma volta no Velopark.

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.