Ausência nas quadras

Djokovic deve parar por até 12 semanas para tratar lesão no cotovelo

Ex-número 1 do mundo corre risco de perder o último Grand Slam do ano

Por: ZH Esportes
24/07/2017 - 18h41min | Atualizada em 24/07/2017 - 18h45min
Djokovic deve parar por até 12 semanas para tratar lesão no cotovelo Glyn KIRK/AFP
Tenista sérvio abandonou semifinais de Wimbledon por dores no cotovelo direito Foto: Glyn KIRK / AFP  

O que era uma forte especulação após Wimbledon começa a se confirmar.

De acordo com a imprensa sérvia, o tenista Novak Djokovic deverá parar de seis a 12 semanas para tratar uma lesão no cotovelo direito que o fez abandonar a semifinal contra o tchedo Tomas Berdych no Grand Slam britânico.

Leia mais:
Federer é nomeado um dos 50 atletas mais elegantes da Sports Illustrated 
Marcelo Melo fala sobre conquista em Wimbledon: "Sonho realizado"
Larri Passos: "Eu me sacrifiquei muito pelo tênis brasileiro"

O médico da equipe sérvia na Copa Davis, Zdeslav Milinkovic, que também é cirurgião ortopedista e amigo do ex-número 1 do mundo disse que o Djokovic viajou a Toronto, no Canadá, na semana passada para ser examinado por um especialista e foi constatado um hematoma ósseo no cotovelo.

De acordo com o médico, as dores diminuíram após o torneio londrino. Djoko estaria liberado para exercícios físicos, mas ainda está impossibilitado de treinar com raquetes.

Segundo o jornal sérvio Sportski Zurnal, é quase certa de Djokovic no Aberto dos Estados Unidos, o último Grand Slam da temporada, que começa em 28 de agosto em Nova York. No ano passado, o sérvio foi vice-campeão do torneio.

Não está descartada a necessidade de uma cirurgia. Neste caso, o atual número 4 do mundo perderia o restante da temporada e despencaria no ranking.

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.