Grand Slam

Marcelo Melo é campeão nas duplas em Wimbledon

Ao lado do polonês Lukasz Kubot, brasileiro superou Oliver Marach e Mate Pavic

Por: ZH Esportes
15/07/2017 - 17h29min | Atualizada em 15/07/2017 - 19h34min
Marcelo Melo é campeão nas duplas em Wimbledon Glyn Kirk / AFP/AFP
Foto: Glyn Kirk / AFP / AFP  

Marcelo Melo, novo número 1 do mundo na segunda-feira, é o novo campeão de Wimbledon. O Brasil volta a atingir o ápice do tênis nas duplas com o mineiro em conquista histórica na tarde deste sábado ao lado do polonês Lukasz Kubot.

A final fantástica na mítica grama sagrada do All England Club teve 4h39min de duração com parciais de 5/7 7/5 7/6 (7/2) 13/11 diante do croata Mate Pavic e do austríaco Olivier Marach.

É o segundo Grand slam da carreira de Melo que foi campeão de Roland Garros em 2015 (com o croata Ivan Dodig) e o seu mais sonhado troféu em Londres onde foi vice-campeão em 2013.

Leia mais:
André Silva: Grand Slam do Brasil 
Federer: "Fazer história em Wimbledon é incrível"
Muguruza dá pneu em Venus e é campeã de Wimbledon
Larri Passos: "Eu me sacrifiquei muito pelo tênis brasileiro"

A conquista é a 27ª de Melo na carreira, quinta no ano com Kubot e terceira seguida dele e da dupla invicta na grama no ano com 14 vitórias e títulos em Hertogenbosch, na Holanda, e Halle, na Alemanha. É o primeiro Grand Slam da parceria.

O JOGO

A partida foi extremamente equilibrada desde o início da partida, com ambas as duplas confirmando seus serviços sem ceder quebras de saque. O primeiro vacilo, no entanto, veio da dupla do brasileiro e do polonês que sofreram a quebra no 11º game. Em seguida Marach sacou e liquidou a parcial em 7/5.

No segundo set o equilíbrio seguiu ainda mais evidente, até que no 12º game, Kubot conseguiu encaixar um lob incrível e converteu a quebra decisiva, vencendo o set por 7/5 e empatando a partida. Com um set para cada lado, o terceiro foi novamente muito disputado e não teve quebras de saque, forçando a definição no tie-break. No desempate, Melo e Kubot levaram a melhor por 7-2.

Com a vantagem de 2 a 0, Melo e Kubot sofreram uma quebra no quarto game do quarto set.

Devolveram a quebra logo em seguida, mas acabaram quebrados novamente. Deste ponto em diante, Marach e Pavic dominaram até vencer por 6/3 e forçar o 5º set.

No desesperador 5º set, os 4 tenistas em quadra entraram em um modo de perfeição e começaram a jogar um tênis quase impecável. As primeiras chances de quebra vieram para Melo e Kubot em forma de match-points no 13º game, ambas salvas por jogadas incríveis de Pavic. No 17º game foi a vez de Kubot salvar três break-points para marcar 9/8 no placar.

Com a partida empatada em 9/9, Melo precisou sair de 0/30 em seu game de saque para passar na frente.

Jogo interrompido e teto fechado - Empatada em 11/11, a partida foi interrompida para o fechamento do teto e continuação do jogo com luzes artificiais. Após o retorno, Melo garantiu seu game muito bem e jogou a pressão para o outro lado. Pavic então não resistiu à pressão e acabou cedendo três chances de quebra. Kubot então acertou uma devolução incrível e garantiu o título, fechando o set em 13/11.



 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.