Justiça

Bioquímico que matou mulher e filho será julgado em Porto Alegre 

Júri popular está marcado para iniciar as 9h30min, desta segunda-feira, na 1ª Vara do Júri da Capital 

18/06/2017 - 20h03min | Atualizada em 19/06/2017 - 11h02min
Bioquímico que matou mulher e filho será julgado em Porto Alegre  Arquivo pessoal/Arquivo pessoal
Mãe e filho foram mortos a facadas na residência da família, no Bairro Tristeza, na zona sul da Capital Foto: Arquivo pessoal / Arquivo pessoal  

Está marcado para esta segunda-feira, a partir das 9h30min, na 1ª Vara do Júri da Capital, o julgamento do bioquímico Ênio Luiz Carnetti. Ele responde pelo duplo homicídio qualificado, a facadas, de sua mulher Márcia Cambraia Calixto Carnetti, aos 39 anos, e seu próprio filho, Matheus Calixto Carnetti, de cinco. 

Os promotores de Justiça Lúcia Helena Callegari e Eugênio Paes Amorim atuarão no julgamento, que tem previsão de dois dias de duração e será presidido pela juíza Taís Culau de Barros. A expectativa do Ministério Público é que a pena para os dois crimes chegue a 45 anos.

– Esperamos que a sociedade responda à altura desse grave acontecimento. A pena maior, provavelmente, será pela morte do menino, menor de 14 anos. É o tipo de atitude que não se espera de um pai, é a desestabilização de toda uma família – diz a promotora.

Carnetti tentou suicídio, ao se jogar da ponte do Guaíba, mas foi resgatado por pescadores Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

O crime ocorreu em 25 de julho de 2012, na residência da família no Bairro Tristeza, zona sul de Porto Alegre. No dia seguinte ao crime, Carnetti tentou suicídio, ao se jogar da ponte do Guaíba, mas foi resgatado por pescadores. 

Leia mais
Mulher e filho são encontrados mortos na Capital
Bioquímico suspeito de assassinato "investigava" a mulher
Ato em memória de Márcia e do filho reúne cerca de 100 pessoas no centro da Capital

Durante o processo, a defesa alegou que ele sofria de insanidade mental. No entanto, laudo do Instituto Psiquiátrico Forense confirmou que, apesar de transtorno depressivo de grau leve, ele era totalmente capaz de entender o caráter ilícito de sua ação. Na casa, foram encontrados diversos bilhetes deixados pelo bioquímico, um deles assumindo a autoria dos assassinatos.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.