Transporte

Opção "NovoUBER" simula como seria o serviço com aprovação de projeto de regulamentação  

Dois dias antes de votação na Câmara, ação do aplicativo tenta mostrar eventuais desvantagens de pontos do projeto de lei a ser apreciado

Por: Zero Hora
18/10/2016 - 22h23min | Atualizada em 18/10/2016 - 22h29min
Opção "NovoUBER" simula como seria o serviço com aprovação de projeto de regulamentação   Reprodução/
Foto: Reprodução

Quem abre o aplicativo Uber para solicitar uma corrida em Porto Alegre depara com uma modalidade desconhecida até a última segunda-feira: o NovoUBER. A opção, que chama a atenção por estar entre as alternativas UberX e UberBlack, já conhecidas entre os passageiros, é para ser uma demonstração de como funcionaria o serviço caso o projeto de lei do Executivo que regulamenta os aplicativos de transporte individual seja aprovado. A votação deve voltar à pauta da Câmara nesta quinta.

Quem tenta chamar um NovoUBER não consegue, mas é direcionado a uma página que explica o que pode mudar com o projeto que, "na forma como está hoje, cria uma série de prejuízos aos usuários e motoristas parceiros dessas plataformas", diz a empresa.

Leia mais:
Uber cresce 10 vezes e já tem 50 mil motoristas no Brasil
Uber não revela como funciona seu sistema de tarifa dinâmica alegando ser estratégia de negócio

No comunicado, o Uber ressalta que, "se este projeto for aprovado, você pode esperar por um sistema muito ineficiente". Os pontos levantados pela empresa citam como "prejuízos" um maior tempo de espera e um serviço mais caro. A ideia do alerta é, segundo o diretor de comunicação da Uber, Fabio Sabba, informar aos passageiros, de antemão, quais seriam as mudanças em caso de aprovação do projeto.

A votação do projeto de regulamentação na Câmara começou no fim de setembro e apreciou apenas uma das iniciais 57 emendas previstas no PL. Uma foi aprovada e outra, retirada, restando 55 emendas para serem votadas. A emenda aprovada por 16 votos a 8 prevê a instalação facultativa de sistema de áudio e vídeo para gravação durante todo o percurso das viagens. 

Entre os pontos de que a prefeitura não quer abrir mão estão a permissão da realização do serviço apenas para veículos emplacados em Porto Alegre e o pagamento da Taxa de Gerenciamento Operacional.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.