Bairro Azenha

Incêndio atinge lojas na Avenida da Azenha, em Porto Alegre

Os quatro estabelecimentos destruídos pelas chamas não tinham Plano de Prevenção Contra Incêndio, informou a Defesa Civil

21/06/2017 - 05h55min | Atualizada em 21/06/2017 - 18h30min

Um incêndio de grandes proporções atingiu um conjunto de lojas na Avenida da Azenha, no bairro Azenha, por volta das 5h20min desta quarta-feira (21). O Corpo de Bombeiros, a Brigada Militar (BM) e a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) se deslocaram para o local e, por volta das 6h30min, as chamas foram controladas. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a Defesa Civil, nenhuma das lojas atingidas por incêndio na Av. Azenha tinha Plano de Prevenção de Incêndio. Agora, os bombeiros trabalham no rescaldo do incêndio. Mais tarde, será realizada perícia no local na tentativa de identificar as causas do fogo. Quatro estabelecimentos foram destruídos pelas chamas — as lojas Mundo das Flores, Boutique Princesa, Grãos a Granel e Musical Azenha.

Leia mais:
Polícia analisa imagens da EPTC para descobrir se incêndio foi criminoso
Bombeiros de Porto Alegre têm aproximadamente 4 mil pedidos de PPCI na fila

Confira imagens do incêndio:

— Uma funcionária ligou e vim correndo. Quando cheguei, encontrei tudo destruído. É muito triste. Trabalhava há 15 anos aqui e ver uma cena dessas é desolador — disse o gerente da loja Mundo das Flores, Arno Milani.

O local fica próximo à Avenida Professor Oscar Pereira, e o trânsito foi bloqueado na região. Agentes da EPTC desviaram o tráfego pela avenidas Ipiranga e Erico Verissimo, no sentido Centro-bairro.

Trinta e cinco linhas de ônibus que circulam na via foram afetadas, o que causou congestionamento na região. Por medida de segurança, um prédio residencial, localizado a 30 metros do local, foi evacuado. 

— O pessoal viu as chamas e começou a descer correndo — disse o morador Miguel Pereira. 

As chamas puderam ser ser vistas de longe. Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros trabalharam no local. 

— Tivemos o apoio de todas as equipes de Porto Alegre e conseguimos rapidamente conter as chamas e fazer o isolamento. A nossa preocupação maior era com um posto de combustíveis que fica na (Avenida) Oscar Pereira — destacou Rafael Barcellos Venturella, capitão do Corpo de Bombeiros.

Leia também:
"Meu pai tentou se esconder", conta filho de empresário assassinado por engano
Como foi o julgamento que condenou bioquímico a 54 anos de prisão
RS tem em maio pior desempenho do país na geração de emprego

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.