Convênio

Prefeitura notifica Inter para retirar telas à beira do Guaíba

Estruturas foram colocadas rente à Avenida Edvaldo Pereira Paiva após clube firmar um convênio com poder público para utilização do espaço

Por: Bárbara Müller
27/12/2016 - 16h51min | Atualizada em 27/12/2016 - 17h37min
Prefeitura notifica Inter para retirar telas à beira do Guaíba Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS  

O Inter foi notificado pela prefeitura de Porto Alegre para retirar uma cerca de aproximadamente cinco metros de altura que estava sendo instalada rente à Avenida Edvaldo Pereira Paiva, próximo ao cruzamento com a Avenida Ipiranga. A estrutura de quase 500 metros de extensão isola os campos de futebol à beira do Guaíba e polui o cenário de um dos cartões postais da cidade.

De acordo com um convênio firmado entre o clube e a Secretaria Municipal de Esportes, o Inter se responsabilizou pela manutenção e limpeza da área. Mas o titular da pasta, Edgar Meurer, garante que o cercamento não estava no combinado:

— Os campos precisavam de revitalização porque estavam abandonados mesmo, mas não eram para ser cercados. O Inter errou ao pôr uma cerca que não deveria estar lá.

Leia mais:
ZH avalia situação de praças sugeridas por leitores
Grupo transforma quilos perdidos em doações a instituição de Porto Alegre

O convênio vale por um ano, podendo ser prorrogado, ou enquanto as obras de revitalização da orla não chegarem a essa área, paralela ao Parque Marinha do Brasil. Está previsto o aumento do número de vagas na Escola Rubra para 150 crianças e adolescentes com renda familiar de até dois salários mínimos. O espaço ficará disponível ao público apenas em sábados, domingos e feriados. Durante a semana, das 8h às 18h, será utilizado pelo clube.

Para o Inter, o isolamento representa uma necessidade de segurança. Conforme o vice-presidente de patrimônio do clube, Emídio Ferreira, a ideia não era privatizar o espaço. Segundo ele, a notificação da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) foi recebida em 15 de dezembro.

— Temos 15 dias para responder e vamos dizer que o cercamento foi para que a bola não vá para o Guaíba ou para a avenida. Que pai colocará uma criança para treinar lá se não tiver tela? Não queremos tomar posse, o clube vai deixar o local quando as obras de revitalização chegarem lá.

De acordo com a Smam, a notificação solicita a retirada completa dos telamentos já instalados no entorno dos campos de futebol com a recuperação de eventuais danos causados ao local. Caso clube não cumpra a ordem, deve ser cobrada uma multa e fica a cargo do secretário do Meio Ambiente a decisão de retirar o cercamento.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.