Vida em alto-mar

Conheça o casal que largou tudo para viajar pelo mundo a bordo de um catamarã

Sarah e Renato começaram a aventura no final de abril, na Croácia

Por: Sarah Moreira, Especial
07/07/2015 - 06h02min
Conheça o casal que largou tudo para viajar pelo mundo a bordo de um catamarã Sail Ipanema/Arquivo Pessoal
Sarah, Renato e o bull terrier Feijão a bordo do catamarã Ipanema Foto: Sail Ipanema / Arquivo Pessoal

Sabe aquela vontade de largar tudo e viver um sonho? Isso era uma coisa que o Renato e eu conversávamos muito, principalmente nos últimos dois anos. A gente até gostava do que fazia e amava morar no Rio de Janeiro, mas andávamos bem cansados do ritmo louco de trabalho de escritório e os preços caros de viver na Cidade Maravilhosa. Foi aí que decidimos mudar de vez.

Depois de pensar, analisar e fazer várias contas, resolvemos tirar um período sabático. A razão foi justamente fugir da rotina diária de horários e trabalho para poder aproveitar a vida e fazer o que a gente mais gosta: viajar, conhecer lugares incríveis e pessoas novas, com praia, surfe, stand up paddle, mergulho, kitesurfe... E aí a resposta apareceu naturalmente: comprar um barco, aprender a velejar e viajar pelo mundo na companhia do nosso Feijão, um bull terrier que é a maior figura.

Período sabático é uma opção para quem quer se descobrir

A gente se preparou bastante para essa aventura durante dois anos, falamos com inúmeras pessoas e pesquisamos muito. No final de 2014, compramos o barco na Croácia, onde era mais barato e também por ser um ótimo lugar com recursos para deixar a embarcação autossustentável — instalamos painéis solares, dessalinizador de água, baterias, gerador, inversor etc. A ideia é evitar custos altos de marinas, poder apenas ancorar em lugares incríveis e ter os recursos necessários.

O barco é um Lagoon Catamaran que batizamos de Ipanema, lugar onde nos conhecemos e moramos por boa parte dos quatro anos em que estamos juntos.

Eduardo e Mônica estão fazendo uma volta ao mundo juntos
Holandeses viajam o mundo trocando camisetas por comida e abrigo
Publicitário relata experiência por diferentes países da África

Antes da compra do barco, Renato descobriu um casal de suecos que tinha feito a mesma coisa e estava velejando ao redor do mundo em um catamarã. Nós fomos passar 10 dias com eles velejando pelo Panamá para ver como era. E amamos!

Descobrimos também que muita gente faz isso e consegue se sustentar hospedando pessoas, dando aulas de esportes aquáticos e levando para mergulhar (o Renato é Dive Master e eu estou louca para fazer o curso). É uma maneira mais viável de conhecer lugares e pessoas diferentes pelo mundo.

O barco

O Ipanema é um catamarã de 44 pés (cerca de 14 metros de comprimento) com quatro suítes. A gente mora em uma delas e usa as outras três para receber amigos e hóspedes. Nosso plano é velejar pelo Mediterrâneo até o final do ano, quando atravessaremos o Atlântico Norte para o Caribe, onde devemos ficar por mais uns oito meses. De lá, o sonho é ir rumo ao Pacífico e a paraísos como Galápagos, Polinésia Francesa, Fiji, Indonésia e Maldivas, entre outros.

Desde a compra do barco, no final do ano passado, até meados de abril, a gente ficou praticamente terminando de organizar nossas vidas e equipando a embarcação. Finalmente zarpamos em 30 de abril, e começamos com o pé direito, participando da anual Adriatic Lagoon Regatta que saiu de Split.

Cruzeiro desvenda as belezas históricas e naturais do sul do Caribe
Aplicativos para curtir a viagem como um morador
Cadela viaja os Estados Unidos com o dono
Confira dicas de praias para vários estilos de férias

Desde então, já passamos por Split, Ilhas Dálmatas e Dubrovnik, na Croácia, e Puglia, no sul da Itália. Agora, estamos nos aventurando pelas ilhas gregas e devemos chegar a Atenas nas próximas semanas.

Os hóspedes

Nesse último mês e meio, já recebemos inúmeros amigos e hóspedes, como um casal de brasileiros morador de Londres que leu sobre a gente na internet e veio passar uma semana por Puglia e Corfu velejando conosco. Os pedidos de reservas para os próximos meses, até para o período do Caribe, estão entrando — o mês de julho está praticamente todo lotado.

Recebemos pedidos pelo nosso site (há uma seção que explica como navegar com a gente), e pelo email sailipanema@gmail.com.

A ideia não é virar um negócio, e sim conseguir cobrir parte dos custos. Queremos receber pessoas que curtem as mesmas coisas que a gente, que talvez queiram conhecer um pouco desse lifestyle, aprender a velejar, ou simplesmente aproveitar umas férias à beira-mar.

Quem são

Sarah Moreira, 33 anos, nasceu em Marília, no interior de São Paulo. Formada em hotelaria, trabalhava com assessoria de imprensa para redes de hotéis

O paulistano Renato Matiolli, 37 anos, é formado em Engenharia e Gestão de Empresas e trabalhava com consultoria estratégica

Confira outras fotos
 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.