Vontade de ficar

Vancouver, no Canadá, seduz o viajante com seu estilo de vida

Eleita terceira melhor cidade para se viver no mundo, Vancouver, na costa oeste do Canadá, conquista o viajante pela qualidade de vida e por suas atrações às margens do Pacífico

28/08/2017 - 19h00min | Atualizada em 28/08/2017 - 19h00min
Vancouver, no Canadá, seduz o viajante com seu estilo de vida Destination Canada/Divulgação
Passeio de barco no False Creek Foto: Destination Canada / Divulgação  

Passei menos de uma semana em Vancouver. Foi minha primeira experiência no Canadá. E mesmo com tão pouco tempo, foram dias intensos. Tanto que demorei para conseguir começar a escrever — sabe quando a saudade bate forte, e é melhor não pensar muito para não sofrer querendo voltar o quanto antes?

A máxima de que "todos os canadenses são bonzinhos lá" vai além: a cultura de respeito ao próximo é muito forte. Um exemplo foi quando aluguei um carro. Perguntei:

— Existe alguma regra de trânsito diferente aqui, a que eu precise ficar atenta?

A resposta foi:

— Respeite o pedestre. Ele tem sempre razão. O resto, se resolve.

Mais do Canadá
Conheça Toronto por seus bairros de imigrantes
Nova Scotia tem paisagens pitorescas e história peculiar
British Columbia, a terra encantada dos cachorros

As pessoas são gentis. É natural para elas a educação. Até mesmo quando eu andava de bicicleta pelo lado esquerdo das ciclovias, devagarinho, vendo a vida passar, os mais rápidos tocavam discretamente a campainha da bike e falavam "Behind you! Behind you!"— avisando que atrás vinha alguém, e que eu deveria ficar mais à direita.

As bicicletas públicas, que podem ser alugadas via aplicativo de celular, são o melhor meio de transporte pela parte central de Vancouver. Com elas você visita o Stanley Park, o maior parque urbano do Canadá, com mais de 400 hectares — e um dos lugares mais legais da cidade. Tem vista privilegiada das montanhas, tem praia e tem muita natureza.

Bicicletas de aluguel Foto: Sara Bodowsky / Agencia RBS

Lá, também fica um aquário, que não visitei, porque tenho algumas ressalvas a aquários e zoológicos. Mas é um ponto turístico concorrido. O parque já foi área indígena — um espaço é dedicado aos totens e à história dos índios da América do Norte.

Passeio de bicicleta pelo Stanley Park é um dos pogramas imperdíveis. Parque conta com totens indígenas (abaixo) Foto: Destination Canada / Divulgação
Foto: Sara Bodowsky / Agencia RBS

A relação com a cultura indígena é forte. Em 2013/2014, houve na cidade o que foi chamado de "ano da reconciliação", quando se discutiu os impactos negativos dos estereótipos indígenas perpetuados por décadas nas escolas canadenses. Sim, isso é o Canadá.

A dica é começar seu passeio de bicicleta por Gastown, o bairro histórico de Vancouver. Você vai ver muita moda e gente descolada por lá. Além de um relógio a vapor, onde todos os turistas tiram fotos. Antes, visite (ou até almoce) na torre giratória, a Lookout. É um observatório de 168 metros de altura, onde você tem uma vista em 360 graus da cidade.

Boa para morar

Vancouver foi eleita pela revista The Economist como a terceira melhor cidade para morar em 2017, em ranking que avalia 140 cidades do mundo. O top 3 é completado por Melbourne (Austrália) e Viena (Áustria).

Compras e gastronomia

O dólar canadense é mais barato do que o americano (a cotação, no Banco Central, é de R$ 2,51), mas fique atento aos valores dos impostos de cada região. Eles são adicionados ao total da nota, já no caixa. Para quem curte maquiagens, vale mais a pena comprar lá produtos de marcas como Sephora, Mac e Kiko do que nos Estados Unidos.

O drink mais característico é o Ceasar, feito de vodca, suco de tomate misturado com caldo de frutos do mar, tabasco e molho inglês, com a decoração que o barman decidir: teve picles, azeitona e até jerked beef (carne seca). Tem gente que define como uma refeição completa. Prove! Lembra um Bloody Mary.

Ceasar Foto: Sara Bodowsky / Agencia RBS

Para comer, o prato mais popular é o poutine, que nada mais é do que batata frita com molho de carne de panela e queijo por cima. Especialmente saboroso após uma noitada com coquetéis e cervejas canadenses.

Poutine Foto: Sara Bodowsky / Agencia RBS

Algumas dicas: a tradicional rede de restaurantes Earl, que recebe famílias e tem um BBQ Ribs que é delicioso. O restaurante Joe Fortes, com pratos generosos de frutos do mar, além de um chicken & waffles que vale provar. E uma rede superpopular de poutines, a Stoke's Poutinerie.

Ah, não esqueça a ilha de Granville. Restaurantes e cervejarias bacanas esperam você para recuperar as calorias perdidas batendo perna e andando de bike pela cidade.

Cenário de cinema e TV

Vancouver é o terceiro maior centro de produção cinematográfica da América do Norte, perdendo apenas para as americanas Los Angeles e Nova York. Ali perto, a meia hora de carro, fica Steveston, que é parte da cidade de Richmond, onde é filmado o seriado Once Upon A Time, da ABC (leia mais aqui). 

A cidade já serviu de locação para outras séries de TV, como Supernatural, Arquivo-X e até um dos meus favoritos, Bates Motel. Andar pela região da Grande Vancouver é se sentir dentro de algum seriado das últimas duas décadas. Especialmente se incluir vilas antigas, paisagens cinzentas e uma sensação de parar no tempo.

Há até um site para que turistas e moradores saibam o que está sendo filmado por lá (confira em whatsfilming.ca).

Vista aérea da cidade e do Stanley Park Foto: Destination Canada / Divulgação

Britannia Beach

Por motivos que não vêm ao caso nesta matéria, resolvi que iria passar meu aniversário, no dia 4 de maio, em Britannia Beach. Além de contar com uma meia dúzia de ruas e ter sido cenário (também!) de episódios do seriado Supernatural, não há outros atrativos. As minas que funcionaram até 1974 garantiram o título de águas mais poluídas da América do Norte (o que pode ser um exagero). A população é de 300 pessoas (você não leu errado).

De carro, o caminho é cinematográfico. Pare para um almoço em um trailer na beira da estrada. Coma devagar, observando o lago e a paisagem. Viva a sensação de estar em um filme de Hitchcock. Depois, siga viagem. Até onde? Você decide. O caminho é maravilhoso, especialmente em um dia de sol.

O melhor clima do Canadá

Localizada na Colúmbia Britânica, Vancouver tem pouco mais de 600 mil habitantes. Está a menos de uma hora de carro da fronteira com os Estados Unidos, e a menos de três de Seattle. Até por isso, tem um clima bem parecido.

Vancouver é uma das cidades canadenses com temperatura mais amena no inverno, quando as mínimas dificilmente baixam de 0°C. Raramente neva, mas prepare-se para os nevoeiros constantes — chove em mais da metade dos dias de dezembro a fevereiro. Já o verão é uma beleza, com pouca chuva e calor sem exageros. A recomendação é visitar a cidade na primavera, quando as flores tomam as praças e os parques, e ainda é possível ver neve nas montanhas. Mas, de verdade? Vancouver é linda de qualquer maneira!

Foto: Sara Bodowsky / Agencia RBS

Sara Bodowsky é apresentadora da rádio 102.3 e colunista de Zero Hora. Também é autora do blog Roteiro da Sara. A jornalista viajou a convite da agência Planeta Viagem e da Air Canada


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.