Segurança

Cacique é morto a tiros em Ronda Alta 

Líder indígena estava na casa de um amigo quando foi surpreendido por atirador que acertou cinco disparos em seu pescoço 

Por: Zero Hora
20/03/2017 - 23h23min | Atualizada em 20/03/2017 - 23h44min
Cacique é morto a tiros em Ronda Alta  Tadeu Vilani/Agencia RBS
Antônio Mig era uma das lideranças políticas da região Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS  

Um cacique foi morto em Ronda Alta, no norte do Estado, na noite desta segunda-feira. Antônio Mig, 57 anos, foi alvo de disparos de arma de fogo na aldeia onde morava, localizada na região do Alto Recreio, interior do município. Segundo a Polícia Civil, Mig estava na casa de um amigo quando foi surpreendido por ao menos dois criminosos em um veículo. Uma mulher, que seria a motorista do carro, ficou aguardando o comparsa que acertou cinco tiros no pescoço da vítima, por volta das 19h desta segunda.

Leia mais:
Morador de rua é assassinado na Praça da Matriz, no centro de Porto Alegre
PM é baleado na cabeça em assalto a shopping em Pelotas
Diretor da Susepe é afastado após ser flagrado dirigindo embriagado em carro oficial

O cacique foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e chegou sem vida no local, por volta das 19h30min.

Segundo o escrivão de polícia Josimar Passamani, da Delegacia de Polícia (DP) do município, Mig era uma das lideranças políticas da região. Em 2012, ele foi eleito como vereador de Ronda Alta pelo PT com 330 votos.

Ele seria desafeto de um grupo indígena que é contra sua liderança e reivindica pedaços de terra da região. No fim do ano passado, dois opositores do cacique foram presos em ação da Polícia Federal (PF) contra invasões na aldeia.

O escrivão destacou que essas tensões entre Mig e outros indígenas serão acrescentadas na investigação do caso. Até o momento, o inquérito está sob responsabilidade da DP de Ronda Alta, mas poderá ser reivindicado pela PF futuramente.

Na noite desta segunda-feira, a Polícia Civil faz buscas na cidade atrás dos suspeitos. Até o momento, ninguém foi preso.

*Zero Hora

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.