Porto Alegre

Novos exames da água não devem ocorrer antes de agosto, diz Dmae

Análise será feita por um laboratório de São Paulo que ainda precisa ser contratado pela prefeitura

Por: Bruna Vargas
26/07/2016 - 14h18min | Atualizada em 26/07/2016 - 14h52min
Novos exames da água não devem ocorrer antes de agosto, diz Dmae Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Parte da investigação sobre a origem do problema que tem alterado o sabor e o cheiro da água em Porto Alegre há dois meses, a realização de novos testes de substâncias poluentes na água do Guaíba deve ficar para o mês que vem. A análise de 478 parâmetros, quase quatro vezes mais do que o investigado anteriormente, será feita por um laboratório de São Paulo que ainda precisa ser contratado pela prefeitura. 

Conforme o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), a proposta do laboratório que deve realizar os testes veio no começo da semana. Como o órgão não tem nenhuma ligação com o prestador de serviço, terá de ser feito um ritual de contratação que deve se estender, pelo menos, até 5 de agosto. Só então os técnicos de São Paulo devem vir á Capital para as novas coletas. A análise pode levar de 10 a 15 dias úteis. 

Leia mais:
Mudança de ponto de captação de água em Porto Alegre não deve ocorrer antes de 2020
Infográfico: veja os pontos investigados pela Fepam sobre alterações na água
"Não é ideal ter a captação do Dmae em um ponto tão poluído", afirma secretária sobre alterações na água

Os primeiros testes, apresentados na semana passada, nada revelaram sobre o que pode estar causando as mudanças na qualidade da água, que ainda persistem em diversos bairros. Na ocasião, foi investigada a presença 132 poluentes, o que, segundo Dmae e Fepam, não foi suficiente para esclarecer o problema. As novas análises vão pesquisar substâncias da mesma família, os chamados compostos orgânicos voláteis e semivoláteis. 

Segundo o Dmae, porém, é possível que a situação da água normalize sem que haja resposta sobre a origem das alterações. O departamento segue afirmando que a água da Capital, ainda que com cheiro e sabor desagradáveis, não oferece riscos a quem a consome. 

Leia também:
Água de Porto Alegre passa em testes pedidos por ZH
Consumidores desconfiam de que água esteja causando coceira e ardência nos olhos

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.